Crianças do Instituto Neymar Jr. aprendem português e matemática com Games em Aula de Informática

24/10/2016

Crianças do Instituto Neymar Jr. aprendem português e matemática com Games em Aula de Informática

24/10/2016

De olhos compenetrados na tela do computador, mãos ágeis que arrastam o mouse e dão vida para as palavras e números no teclado são rotina nas Aulas de Informática do Instituto Projeto Neymar Jr. Buscando melhorar a educação das crianças, através da tecnologia, os alunos de 7 a 10 anos estão aprendendo português e matemática brincando com games online.

p1330812

Buscando formas de criar aulas que instigassem a diversão e o aprendizado das crianças, o professor Henrique Pereira da Silva, de 25 anos, elaborou um método para inicializar a garotada na informática usando, principalmente, o site Escola Games. Ao mesmo tempo em que elas se divertem, também rola muita busca por conhecimento na internet.

“Nós pensamos muito na alfabetização e na inicialização dessas crianças por meio da informática e dos jogos lúdicos. Eles estão brincando e ao mesmo tempo aprendendo sem ter aquela aula maçante de 1+1, mas com novos métodos. E com as crianças de 7 a 10 anos é uma faixa etária que a gente consegue trabalhar bem esses tipos de jogos”, contou.

Utilizando Jogos de Forca, Pac Man e o Jogo do Avião (game de acertar as letras para formar palavras), por exemplo, Henrique também comenta que assim consegue conciliar o aprendizado com a diversão.

“Tem o Jogo do Pac Man que eles brincam, só que ao invés de você fugir dos fantasmas, que é o jogo original, você corre atrás de contas matemáticas. Então você tem que acertar o resultado para ganhar os pontos e passar de fase e daí as crianças precisam fazer o caminho até a conta, resolvê-la e assim continuar no jogo”.

p1330802

Colocar a matemática em dia é algo que Ryan César Santos Ribeiro, de 7 anos, da Turma D3, tem colocado em prática. De olhos atentos nos movimentos que precisa fazer no Jogo de Algarismos Romanos (uma catapulta com flechas acerta números romanos de acordo com a conta que o game mostra) ele não hesita em pedir ajuda para os colegas quando aquela dúvida bate. Mas ele conta que usa a matemática em outros momentos da sua vida.

“Eu gosto de tudo, porque faz a gente aprender e ao mesmo tempo se divertir. E acho legal porque aqui meus amigos me ajudam e eu ajudo eles. Pode me ajudar em tudo (os games) como no futebol e no basquete por causa dos gols e dos pontos pra somar”.

p1290679
Ryan todo sorridente durante aula de informática

Despertando o interesse na molecada com os games, o professor Henrique conta que o método também tem surtido efeito na aula de Leitura e Escrita do INJR. “Tentamos conciliar a nossa aula com a da professora Dorita para buscar um avanço melhor nas crianças”.

“Na minha aula e na da informática estamos trabalhando o mesmo tema com a escrita no papel e o Henrique no computador. Então quando as crianças chegam na minha aula elas têm mais facilidade de desenvolver a escrita, o raciocínio e ideias novas de palavras”, conta Dorita Maria Oliveira, professora de leitura e escrita, de 27 anos.

Com ajuda dos Games Online, o português também ganha vez na rotina das crianças durante a aula de informática. Ana Júlia Rocha, de 8 anos, da Turma D3, conta que além de gostar de ler histórias nos jogos, ela desenvolve seu raciocínio.

“Eu gosto né?! Além de ser uma coisa divertida a gente acaba aprendendo. Isso ajuda na escola, ajuda a desenvolver o pensamento. Na parte do português eu gosto de histórias que tem no Escola Games. Eu não sei o nome, mas têm várias histórias como a da Chapeuzinho Vermelho, dos Três Porquinhos para desenvolver a leitura”.

p1330797
Ana Júlia se concentra no jogo para acertar os desafios de matemática e português

Até o final do ano as crianças darão continuidade no aprendizado com o auxílio dos games, mas para 2017 outros temas entrarão no cronograma como história, geografia e tecnologia. Segundo Henrique, traçando esse plano de aula, a informática poderá contribuir na vida escolar das crianças do projeto social.

“Agora estamos notando um certo avanço em muitas crianças. No começo era muito difícil, até porque elas tinham a ideia de computador só para Facebook e Redes Sociais, então elas estão descobrindo coisas novas. Agora eles já entram sozinho nos jogos e isso também melhorado as notas nas escolas”, finaliza.

Confira Mais Notícias

Matrícula e Rematrícula 2023

06/01/2023

Alunas concluem Curso Profissionalizante de Manicure e Pedicure em parceria com o Instituto Mix

13/12/2022

Copa do Mundo do Projeto Noturno inicia no Instituto Neymar Jr.

13/12/2022